Esporte

Esporte

Com novidades no elenco, JEC Futsal se reapresenta para a temporada 2024

Acabaram as férias do JEC Futsal. Na manhã desta quinta-feira (18), o elenco tricolor se reapresentou para dar início à pré-temporada. Com os quatro reforços já à disposição, o grupo se dividiu entre os exames e os testes físicos que dão o pontapé inicial aos trabalhos.

JEC Futsal começa a temporada 2024
Elenco do JEC Futsal se reapresentou na manhã desta quinta-feira (18) – Foto: Juliano Schmidt/JEC Futsal/ND

Depois da temporada em que o time chegou a seis finais e conquistou quatro títulos, o time se prepara para o ano que terá cinco competições no calendário: Super Copa Gramado, Recopa, Estadual, Liga Nacional e Taça Brasil.

Goleiro Matheus pede desculpas à torcida

Entre as novidades está o goleiro Matheus, que chega com contrato de dois anos e uma missão desafiadora, a de substituir o ídolo Willian, que se transferiu para o futsal russo. Além disso, Matheus se envolveu em uma polêmica com a torcida tricolor na última temporada, mas já deixou o recado para o torcedor.

“Desde já eu quero pedir desculpas a essa imensa torcida do Joinville, é uma honra jogar aqui, é um sonho realizado jogar com grandes craques que estão no Joinville e desde já estou fechado com o JEC. Queria pedir desculpas mesmo a toda comissão, torcida, diretoria, porque envolve não só a torcida e sim o grupo todo do Joinville. E dizer que estou muito bem, muito feliz aqui, muito realizado”, falou.

Além do goleiro Matheus, o elenco tricolor tem os reforços do ala/pivô Trentin, do ala Lucas e do ala Pedro Rei, líder de assistências da Liga Nacional nas duas últimas temporadas. O carioca ainda tem uma memória fresca de como é jogar no Centreventos Cau Hansen. No Carlos Barbosa em 2023, Pedro Rei foi eliminado nas quartas de final da Liga Nacional com a casa tricolor lotada.

“Não vejo a hora de sentir aquela atmosfera daquele dia só que agora muito melhor estar a favor. A expectativa é muito grande, não vejo a hora de estar aqui com tudo isso lotado, com aquele clima que todo mundo que joga futsal sempre espera, sempre quer. Já senti isso contra, sei como é difícil, agora quero ter esse clima e essa torcida correndo junto comigo, me apoiando e que a gente consiga alcançar todos os objetivos da temporada”, salientou.

O fixo e capitão Henrique já projeta a temporada e o foco é o mesmo da temporada passada: chegar em todas as finais. Em 2023, o Tricolor só não chegou à decisão da Copa do Brasil, todas as outras competições que disputou, esteve na final e das seis, comemorou quatro títulos.

“Fica aquele gostinho amargo do final da temporada que poderia ser um pouquinho melhor. O nosso objetivo vai ser o que eu falei para o ano passado e que vai ser muito para esse ano, ter aquela ganância de vencer e estar sempre na final, o importante é estar na final e eu tenho certeza que pela grandeza do JEC e a grandeza de cada atleta aqui vamos conquistar coisas boas”, finalizou.

O JEC Futsal já tem o calendário da pré-temporada. Nos dias 24 de fevereiro e 1º de março, o Tricolor encara o Carlos Barbosa em dois amistosos, o primeiro na Serra Gaúcha e o segundo no Centreventos Cau Hansen. Depois, o time disputa a Super Copa Gramado entre os dias 11 e 16 de março, competição que conquistou em 2023.

A Liga Nacional começa no dia 22 de março, mas a tabela ainda não foi divulgada.

Esporte

Em jogo de mais de três horas, Joinville Vôlei perde para o São José pela Superliga

Um jogo emocionante, com mais de três horas e com uma recuperação incrível do Joinville Vôlei para levar a decisão para o quinto set. Foi assim que a equipe joinvilense encarou o São José Farma Conde na noite desta segunda-feira (15), no Centreventos Cau Hansen, no último jogo do turno da Superliga. Apesar da força do time para buscar uma desvantagem de dois sets, o Joinville foi superado por 3 sets a 2.

Oposto Wallaf foi o destaque do Joinville Vôlei na derrota para o São José
Joinville Vôlei faz jogo emocionante, mas é derrotado pelo São José no Centreventos Cau Hansen – Foto: Carlos Jr./Joinville Vôlei/Divulgação

O resultado mantém o time na sexta colocação, agora com 15 pontos, mas com adversários diretos na briga da tabela de classificação entrando em quadra nesta terça-feira (16).

Jogando diante de mais de 2,5 mil torcedores, o Joinville Vôlei começou bem, distribuindo as bolas e conseguindo fugir do alto bloqueio do time paulista, mas acabou não conseguindo fechar os sets e viu o líder abrir 2 sets a 0 com parciais de 25/21 e 25/23.

Já no terceiro set, em mais um período marcado pelo equilíbrio, o Joinville manteve a concentração e venceu por 25 a 23. Empurrado pela torcida e com o oposto Wallaf em grande noite, o time da casa fechou o quarto set em 25 a 22, fazendo o Centreventos explodir.

No set desempate, o Joinville chegou a abrir pequena vantagem, mas o São José não deixou o time da casa crescer, virou o placar e conseguiu administrar a reta final para fechar em 15 a 11 e fechar a partida.

Agora, o Joinville enfrenta o Blumenau no sábado (20), na abertura do returno.

Esporte

Com nova estrutura e expectativa de grandes jogos, Taça NDTV de Beach Soccer começa na Enseada

Vai começar uma das principais competições de beach soccer do sul do Brasil. Na noite desta quarta-feira (17), a Taça NDTV de Beach Soccer tem o chute inicial na Arena da Enseada. Parceria entre a NDTV Record Joinville e a Prefeitura de São Francisco do Sul que já dura mais de duas décadas, a competição deste ano homenageia os 520 anos de descobrimento do município.

Enseada Brusque faz o jogo de estreia da Taça NDTV de Beach Soccer
Taça NDTV de Beach Soccer começa nesta quarta-feira (17) – Foto: Carlos Jr./ND

A abertura da disputa no masculino terá o atual campeão Enseada Brusque enfrentando o Praia do Ervino às 20h30, na Arena da Enseada. O técnico Panda projeta uma grande competição para o atual campeão. “A expectativa é sempre a mesma, de fazer uma boa competição, o que valoriza a equipe perante os torcedores e patrocinadores. O objetivo é chegar à final sempre respeitando os adversários. Claro que a responsabilidade cresce diante de todas as conquistas que tivemos nos últimos anos, por levar também o nome do nosso bairro”, fala.

Além disso, ele ressalta a nova estrutura montada na Arena com a cobertura das arquibancadas que estão posicionadas atrás dos dois gols. “A Arena está um espetáculo, digna do investimento. É muito importante o conforto em relação a arquibancada principalmente para os mais velhos com os dois lados cobertos”, salienta.

A parceria entre NDTV e Prefeitura de São Francisco do Sul também é valorizada pelo técnico do maior campeão da competição que vê como fundamental o apoio para o fomento e crescimento da modalidade.

“Hoje se fala muito não é o campeonato de verão é a Taça NDTV. O boca a boca entre os torcedores, jogadores, patrocinadores, foi fidelizando essa parceria. Só temos a salientar e agradecer a participação da NDTV. O campeão aqui já vai ter vaga no Estadual, talvez até o vice e isso tudo é muito bacana e fortalece a modalidade”, finaliza.

Nesta quarta-feira, três jogos abrem a competição. No feminino Estiva Beach Soccer e Audax Joinville se enfrentam às 19h45, Enseada Brusque e Praia do Ervino entram em quadra às 20h30 e Penha Sub-20 e Beira Mar fecham o dia de competição com o jogo iniciando às 21h15.

Na quinta-feira (18), outros três jogos dão continuidade à Taça NDTV de Beach Soccer. Skol Soccer e Iperoba FC se enfrentam às 19h45 pelo Veterano. Enseada Brusque e Futebol Feminino Joinville se enfrentam às 20h30 e no Masculino, às 21h15, Carlos Renaux Juventos enfrenta o Craques do Futuro Arsenal.

Esporte

Troféu NDTV de Futsal começa com grandes jogos e muitos gols; confira os resultados

A bola pesada já está rolando para o Troféu NDTV de Futsal em São Francisco do Sul. A competição, que faz parte da parceria entre NDTV e a Prefeitura do município, reúne mais de 30 times nas categorias aberto masculino, feminino e veterano. E neste ano a novidade é a volta das disputas para a quadra da Enseada, que foi completamente revitalizada para receber os jogos.

Sales é o atual campeão do Troféu NDTV de Futsal
Troféu NDTV de Futsal tem mais de 30 times na disputa – Foto: Carlos Jr./ND

Com a competição já em andamento, o Troféu NDTV de Futsal mostra que será de equilíbrio e grandes jogos. O atual campeão do masculino, o Sales, venceu na abertura, mas em um jogo muito acirrado. A rodada inaugural aconteceu no ginásio Waldir Quirino da Luz e, os demais jogos, acontecem na quadra da Enseada.

São 16 equipes no masculino, sete no veterano e oito no feminino lutando pelo título. As grandes finais acontecem em fevereiro. Confira todos os resultados:

Sexta-feira (12) – Masculino

  • Sales Futsal 2 x 1 ATH Futsal
  • Verdão São Chico 1 x 6 São Francisco do Sul Base
  • Amigos do Sérgio Amaral 3 x 1 Prisma CRFC
  • Fase Boa 5 x 4 Real Master AM Calhas

Sábado (13) – Veterano

  • Puma TEK 6 x 1 Fase Boa
  • EC Fátima 5 x 5 Restaurante Beira Mar
  • LL Soluções 3 x 0 União Futsal
  • Segunda-feira (15) – Masculino
  • Oriente Futsal 0 x 2 Folhas da Comasa
  • Americano 2 x 3 Estiva
  • Verde Teto 6 x 2 Quadra do Sid
  • São Cristovão 5 x 4 Temaq

Terça-feira (16) – Feminino

  • Panificadora Marinelli 5 x 4 Sharques FC
  • Entre Elas Guardiãs 2 x 6 Sindacap
  • Estrela da Barra 1 x 5 Resenha

Jogos desta quarta-feira (17)

Masculino:

  • 19h30 – Quadra do Sid x Verdão São Chico
  • 20h20 – ATH Futsal x São Cristovão
  • 21h10 – Folhas da Comasa x Fase Boa
  • 22h – Estiva x Amigos do Sérgio Amaral
Esporte

Classificado, Joinville Vôlei enfrenta o Sada Cruzeiro na Copa Brasil

Em seu primeiro ano na elite do voleibol nacional, o Joinville Vôlei continua fazendo história. “Caçula” na Superliga, o time joinvilense terminou o turno na sétima colocação e, com isso, carimbou a vaga para a Copa Brasil, competição que reúne os oito melhores colocados da primeira parte da Superliga. A Copa Brasil acontece em fevereiro e o Joinville encara o Sada Cruzeiro, que terminou o turno na vice-liderança.

Joinville Vôlei terminou o turno na sétima colocação
Joinville Vôlei enfrenta o Sada Cruzeiro na Copa Brasil – Foto: Daniella Kamarowski/Divulgação/ND

A vaga joinvilense foi confirmada após o término da rodada. Depois de ser superado pelo São José Farma Conde, o Joinville contou com os resultados dos adversários diretos para garantir a sétima colocação e a classificação.

Os quatro times vencedores das partidas eliminatórias disputam o título em uma cidade-sede no mês de fevereiro. Em 2023, o Sada Cruzeiro ficou com o título ao derrotar o São José Farma Conde na final.

O jogo eliminatório ainda não tem data definida, mas o Joinville jogará em Minas Gerais em busca da classificação.

Enquanto isso, a Superliga continua e o Joinville enfrenta o Blumenau fora de casa neste sábado (20), às 19h, na abertura do returno.

Esporte

Joinville conquista o vice-campeonato da 21ª edição da Olesc

Os atletas joinvilenses obtiveram 109 pontos, mesma pontuação de Florianópolis, que ficou com o primeiro lugar no campeonato por ter mais títulos em modalidades.

Os atletas da Secretaria de Esportes (Sesporte) da Prefeitura de Joinville ganharam 20 medalhas de ouro, 16 de prata e 27 de bronze. Foram três troféus de primeiro lugar (atletismo masculino, futsal masculino e karatê masculino), quatro de segundo lugar e cinco de terceiro lugar.

“Mostramos o potencial do esporte de base da cidade, empatamos em pontos e ficamos em segundo pelo número de títulos. Outro ponto importante é que participamos e pontuamos na maioria das modalidades, mostrando consistência”, comemora André Mattos, secretário de Esportes.

Entre atletas de Joinville e equipe técnica da Sesporte, 325 pessoas participaram da Olesc. Joinville competiu em 29 modalidades esportivas.

“Agradecemos aos atletas e treinadores pelo trabalho árduo e por tão bem representar Joinville, aos pais por incentivarem seus filhos à prática esportiva e a equipe da Sesporte e Prefeitura por todo suporte a nossa delegação”, diz o secretário de Esportes.

Esporte

Medalhista mundial, Letícia Oro desfila em caminhão dos bombeiros ao chegar em Joinville

Letícia foi recebida no Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola por familiares, técnico, amigos, outros atletas e a imprensa. Foram momentos de muita emoção, com direito a cartazes, balões e um coro que gritava o nome da atleta.

“Estou processando ainda tudo o que aconteceu. Estou em choque, acho que vai demorar ainda pra cair a ficha. Faz sete meses que fiz a cirurgia do joelho e conquistar isso para o Brasil, para Joinville, é muito bom! Levar o nome de Joinville para fora, todo mundo está falando de Joinville. Meu objetivo é sempre o mesmo: subir no pódio e melhorar meu resultado”, disse a atleta ao desembarcar.

Letícia é bolsista da Secretaria de Esportes de Joinville (Sesporte) e integrante da equipe de atletismo da Associação Corville de Atletismo. Nos Estados Unidos, a joinvilense conquistou a melhor marca dela no salto em distância, com 6,89 metros, 30 centímetros a mais do que havia saltado na última competição que disputou, o Troféu Brasil.

“Meu técnico queria 6,87. Qualifiquei com 6,64 na semifinal, entrei com o último resultado. Consegui só um salto, o resto eu queimei, mas só preciso de um salto para a vitória, foi isso que aconteceu e trouxe o bronze para Joinville”, falou emocionada.

O técnico da atleta é João Carlos dos Santos, servidor da Sesporte que trabalha há 48 anos com atletismo, 42 deles em Joinville. João treina Letícia desde 2017. No aeroporto, ele era um dos mais emocionados.

“Ela está em um momento especial. Eu esperava (o resultado) porque treino ela e sei o quanto estava bem. Estou tão feliz quanto ela, até mais. Mas um pouco tenso porque estamos longe, a gente quer ajudar e não pode. Cada competição estava junto dela”, contou o treinador.

A mãe de Letícia, Luciane Oro, também era só emoção.

“Chorei demais por ver minha filha entre as melhores do mundo. Desde que ela começou, o sonho dela era competir nos Estados Unidos e foi o primeiro Mundial sediado lá. Foi muita emoção, eu pensei que minha filha ia conseguir, ia para o pódio, erguer nossa bandeira, porque ela merece. Tenho orgulho da postura como ela representa nosso país”, disse Luciane Oro.

No aeroporto, Letícia recebeu a bandeira de Joinville e com ela subiu no caminhão do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville rumo à Univille, onde treina na pista de atletismo.

Lá, foi recebida por mais atletas, crianças que seguravam cartazes que diziam que Letícia era a inspiração deles.

“Ela tem muita vontade, muita dedicação para treinar. Quero ser que nem ela, persistente e dar tudo de mim”, afirmou Alice Fraga, de 11 anos, que treina salto em altura e salto em distância em Joinville.

Da universidade, o comboio passou pelo Centro de Joinville e foi para o bairro Guanabara, até a casa da atleta. No caminho, foi recebida com carinho pelo público por onde passava.

Persistência de professora levou Letícia ao atletismo

Para Luciane, mãe de Letícia, a atleta só está no atletismo por causa de Dirce Cândida Ferreira, professora de educação física da Escola Municipal Ana Maria Harger, onde estudou quando criança.

“Sou grata à professora Dirce que ficou insistindo que ela tinha talento para o atletismo”, conta a mãe. Além de professora, Dirce também foi atleta do salto em distância e de handebol, hoje está aposentada.

“Ela ficou dois anos insistindo para eu treinar atletismo e, de tanto ela pedir, eu fui”, lembra Letícia. Agora, a atleta tem muitos sonhos e planos. “Quero saltar 7 metros e subir no pódio nas Olimpíadas”.

Esporte

Letícia Oro Melo conquista bronze no Mundial no salto em distância

Foto: Carol Coelho/CBAt

A catarinense Letícia Oro Melo, de 24 anos, ganhou a 15ª medalha para o Brasil num Campeonato Mundial-, de bronze, no salto em distância, com 6,89 m (1.1) – no último dia de disputas no Estádio Hayward Field, na cidade de Eugene, nos Estados Unidos, neste domingo (24/7). Thiago Braz foi o quarto colocado no salto com vara (5,87 m) e após dez dias de disputas o Brasil deixa Eugene com a sua melhor campanha em Mundiais (em pontos, com duas medalhas e colocando 10 atletas entre os top 8 na pista em em provas de rua).

O Mundial foi a sua segunda competição do ano para Letícia – há sete meses fez uma cirurgia por causa de um rompimento no ligamento do joelho. A saltadora teve uma participação surpreendente no Mundial. Passou para a final do salto em distância com 6,67 m (1.5), marca obtida na terceira e última tentativa, então o seu recorde pessoal, no sábado (23/7). Neste domingo (24/7), na decisão, mostrou muita tranquilidade e começou a prova muito bem. Fez um salto de 6,89 m (1.1) na sua primeira tentativa, de novo a sua melhor marca pessoal e do bronze. Letícia queimou todos os cinco saltos a que tinha direito na sequência.

Mikaila Mihambo, pela Alemanha, ficou com a medalha de ouro, com 7,12 m (1.0) e a nigeriana Ese Brume com a de prata com 7,02 m (1.1).

Letícia, que nasceu em Joinville em 5 de outubro de 1997, treina na cidade catarinense com João Carlos dos Santos e compete pela Associação Corville de Atletismo. A campeã olímpica Maurren Higa Maggi disse que “ficou emocionada demais com a conquista de Letícia que deixou todas as grandes competidoras apavoradas com o seu salto de 6,89 m na primeira tentativa”.

Letícia disse que é fã de Maurren e que vai treinar para saltar 7 metros. “Esse é meu jeito, concentrada. Não tenho medo de ninguém. Estou em choque, mas quero agradecer a todos. E dizer que quero buscar os 7 metros, vou continuar treinando e sei que tenho condições. Quando eu vi 6,89 m quase desmaie”, disse Letícia. “Quando eu vou competir, tanto no Estadual quanto no Mundial, eu penso em medalha”, acrescentou.

Thiago Braz, campeão olímpico no Rio-2016 e bronze em Tóquio-2021, ficou na quarta posição no salto com vara, com 5,87 m. Thiago começou bem a disputa da decisão: saltou 5,55 m e 5,70 m na primeira tentativa e 5,80 m na segunda. Voltou a ultrapassar o sarrafo a 5,87 m na primeira tentativa, mas não superou a altura de 5,94 m nas duas seguintes. Tentou elevar a barra a 6,00 m para continuar na briga por medalha, mas não passou.

Thiago vinha de uma boa temporada, em que foi medalha de prata no Mundial Indoor da Sérvia, na Stark Arena de Belgrado, com 5,95 m, em março, e saltou 5,93 m ao ar livre na etapa de Estocolmo, Suécia, da Diamond League, em junho. A melhor marca de Thiago é 6,03 m na conquista do ouro olímpico nos Jogos do Rio, em 2016.

O atleta de Marília, interior de São Paulo, de 28 anos, que tem sua base de treinamento em Fórmia, Itália, fez sua preparação final no Centro Olímpico dos Estados Unidos, em Chula Vista, junto com o treinador Vitaly Petrov e o fisioterapeuta italiano Francesco Viscuzi.

“A medalha estava ali. Na prova eu estava esperançoso com a medalha. Só precisava saltar 5,94 m, mas não deu. É treinar um pouco mais para as próximas competições da Diamond League. Queria muito a medalha”, afirmou Thiago.

O sueco Armand Mondo Duplantis ganhou a medalha de ouro no salto com vara com o recorde mundial de 6,21 m. O norte-americano Christopher Nielsen levou a prata (5,94 m) e o filipino Ernest John Obiena – que treina com Thiago Braz em Fórmia – o bronze (5,94 m).

Resultados e quadro de medalhas estão disponíveis no site do evento: CLIQUE AQUI

A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Esporte

Atleta joinvilense embarca para a disputa do Mundial de Atletismo

Letícia Oro Melo embarca neste sábado (16) para os Estados Unidos para a disputa do Mundial de Atletismo – Foto: Wagner Carmo/CBAt

Joinville estará representada no Mundial de Atletismo, nos Estados Unidos. Leticia Oro Melo embarca neste sábado (16) para o Oregon, onde a competição acontece a partir desta sexta-feira (15) e segue até o dia 24 de julho.

Aos 24 anos, Leticia vem de um ouro no Troféu Brasil, sua primeira competição após cirurgia e recuperação de romper o ligamento cruzado anterior e o menisco do joelho esquerdo.

“O atletismo é minha vida e estou muito confiante para chegar ao topo e subir no pódio. Sei que tenho condições e vou representar o Brasil muito bem. Não tenho medo de ninguém, pois estou entre as melhores do mundo e eu sou uma delas”, diz.

A joinvilense, que faz parte do time UniSociesc, competirá nas provas do salto em distância, no dia 23 de julho, às 16h, no horário de Brasília.

Esporte

Beatriz Trancoso é campeã Geral da 2ª Etapa do Circuito Foxlux de Travessias 2022

Beatriz Trancoso Joinvilense com apenas 12 anos é campeã Geral entre todas as categorias da prova principal de 1500 metros da 2ª Etapa do Circuito Foxlux de Travessias 2022.

Etapa de Inverno na Praia Mansa de Caiobá, Matinhos, Paraná finalizando a prova com o tempo 24:42. Beatriz lidera o Ranking geral de todas as categorias agora com duas vitórias em duas etapas disputadas.

O Circuito Foxluz é organizado pelo grupo Triativa de Curitiba e será realizado em 4 etapas sendo uma em cada estação do ano. A próxima etapa de primavera vai ser dia 16/10 em Caiobá/PR e também terá sua prova principal os 1500 metros.

Beatriz durante a travessia foi atingida por (Água Viva) em diversas partes do corpo, e a temperatura baixa da água do mar dificultou o desempenho da atleta fazendo com que ela parasse em um momento da prova.