Saúde

Celebrando com Saúde: Dicas para uma Ceia Nutritiva e Deliciosa neste Final de Ano

À medida que dezembro chega, as festas de Natal e Ano Novo nos convidam a saborear refeições deliciosas e tradicionais. No entanto, é possível equilibrar a celebração com opções mais saudáveis, mantendo a preocupação com a saúde em mente. Descubra novas combinações e substituições que fazem toda a diferença no cardápio festivo.

Segundo Fábila Fernanda dos Passos da Rosa, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, começar a ceia com uma salada vibrante pode tornar o evento mais leve. Combinações como folhas verdes escuras, morangos, nozes tostadas e queijo feta oferecem fibras, ação antioxidante e ácidos graxos saudáveis.

O tradicional peru, presente em muitas mesas natalinas, é uma excelente escolha para o prato principal devido à sua magreza. Remover a pele reduz ainda mais o teor de gordura, e assá-lo com ervas frescas potencializa o sabor. Uma sugestão de acompanhamento é substituir o purê de batata por um purê de couve-flor, reduzindo calorias e carboidratos.

Leia também:  Abre processo seletivo na área de saúde, salários variam entre R$ 3.765,32 e R$ 14.188,60.

Na hora da sobremesa, Fábila recomenda algo leve e refrescante, como uma salada de frutas com morango, kiwi, manga e uvas, regada com suco de laranja fresco. Embora o pavê tradicional esteja presente, a ideia é equilibrar a doçura com frutas ricas em vitaminas essenciais.

Ao seguir essas dicas, é possível desfrutar das festividades sem abrir mão da saúde. Lembre-se de fazer escolhas conscientes e aproveitar a celebração com equilíbrio.

Sobre a Anhanguera:
Fundada em 1994, a Anhanguera oferece educação de qualidade, preparando seus alunos para o mercado de trabalho por meio de cursos variados. Com uma preocupação em compartilhar conhecimentos, a instituição impacta positivamente as comunidades ao seu redor, contando com uma presença nacional através de suas unidades e polos. Conhecida por sua diversidade de cursos, a Anhanguera visa proporcionar educação ao longo da vida, com mais de 15 mil profissionais e professores entre especialistas, mestres e doutores.

Leia também:  Teto máximo para ligação das residências à rede de esgoto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *