Execução de hino em escolas de Joinville motiva moção aprovada na Câmara

A execução do Hino Nacional Brasileiro motivou moção aprovada pelos vereadores de Joinville na sessão de terça-feira. A solicitação a ser encaminhada à prefeitura reforça pedido para que leis sejam atendidas e as todas as escolas executem o hino pelo menos uma vez por semana. A iniciativa seria para “promover conhecimento e despertar em todos os alunos o sentimento de patriotismo, amor e respeito ao nosso País”, aponta a moção.

Na justificativa, o autor da proposta, Pastor Ascendino Batista (PSD), cita as leis sobre a execução do hino. Na esfera federal, a obrigação é de tocar uma vez por semana em escolas públicas e privadas do ensino fundamental. No âmbito municipal, há imposição de que as escolas façam o hasteamento da Bandeira Nacional e executem o Hino Nacional às segundas – a lei também traz obrigações sobre os hinos de Santa Catarina e de Joinville.

Publicidade
Leia também:  Defesa Civil de Joinville monitora a possibilidade de maré alta nos próximos dias

Conforme relatos de pais e alunos, conforme o vereador citou na justificativa, nem todas as escolas públicas realizam o ato cívico uma vez por semana. Para Pastor Ascendino, a execução do Hino Nacional “não é apenas uma formalidade”. “É principalmente aula sobre nossa história, que deve fazer parte do aprendizado e conhecimento de todo cidadão”, alega o parlamentar, citando ainda ser uma forma de expressão de “respeito, amor, patriotismo e reverência ao nosso País”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui