Joinville registra aumento de 62% nos atendimentos pediátricos no mês de março

A Rede de Saúde de Joinville tem registrado maior procura por atendimento pediátrico. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, comparando os meses de fevereiro e março, houve um aumento de 62% na quantidade de atendimentos envolvendo crianças nas 22 Unidades Básicas de Saúde da Família que possuem pediatras, UPA Leste e Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria. Em fevereiro foram aproximadamente 13 mil e em março o número chegou a quase 20 mil.

Ao comparar apenas os números de atendimento na UPA Leste nos meses de fevereiro e março desse ano, o aumento é superior a 50%. Em janeiro, a UPA Leste atendeu 2.227 crianças; no mês seguinte foram 2.539 e março fechou com 5.290 atendimentos infantis.

Publicidade

O aumento na demanda ocorre devido ao registro de mais casos de viroses. Entre os pacientes que passaram por consulta pediátrica, 70% estavam relacionados a virose gastrointestinal ou respiratórias. Os números da Saúde também mostram que 65% de todos os atendimentos realizados em março eram considerados pouco urgentes ou não urgentes.

Leia também:  Águas de Joinville implanta sistema que melhora abastecimento na região central

“Realmente as crianças estão sendo acometidas de viroses. Nos últimos 30 dias, pelo menos, nós tivemos um aumento de crianças nos nossos pontos de urgência e emergência. Não só no Hospital Infantil, mas também na UPA Leste. Esse tem sido um grande desafio que a gente tem encontrado nesse período de transição climática, aliado a plena volta das crianças a todas as atividades sociais”, explica o secretário de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva.

Em Joinville, são dois pontos que realizam atendimento de pediatria 24h por dia: o Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria e a UPA Leste, entretanto o foco dessas unidades de saúde são os casos de urgência e emergência.

A orientação é que em casos como coriza e febre, ou que a suspeita seja uma virose, os pais procurem atendimento primeiro na Unidade Básica de Saúde da Família, no horário em que as UBSFs estão abertas. Após avaliação do profissional de saúde, a criança poderá ser encaminhada para pediatra ou mesmo para uma unidade de urgência e emergência, caso necessite.

Leia também:  Procon de Joinville otimiza acesso aos usuários ao retornar com atendimento sem agendamento

A Prefeitura de Joinville tem médicos pediatras trabalhando em 22 Unidades Básicas de Saúde da Família, realizando atendimentos eletivos, conforme necessidade e encaminhamentos dos médicos da Estratégia de Saúde da Família, além de escala completa de pediatra na UPA Leste.

Em 2021, foram publicados dois processos seletivos e dois atos emergenciais para a contratação de pediatras. Em 2022, o ato emergencial ficou aberto entre o início de janeiro e o fim de março. A prefeitura trabalha na elaboração de um novo edital que será lançado em breve.

Médicos de Estratégia de Saúde da Família aprovados em concurso são convocados

Uma das alternativas da Secretaria da Saúde de Joinville para minimizar o impacto nos locais de atendimento de urgência e emergência é a convocação de médicos especialistas em Estratégia da Saúde da Família apara atender nas UBSFs. Ao todo, 86 médicos desta especialidade, aprovados no concurso público realizado no início deste ano e homologado recentemente, estão sendo convocados para assumir as vagas.

Leia também:  Com serviço inédito no Estado, Restaurante Popular de Joinville passa a atender todos os dias, com três refeições

O médico de Estratégia de Saúde da Família é habilitado para atender todas as faixas etárias. São profissionais que atendem desde a gestante, a criança até o idoso. Para Jean, esse acompanhamento é diferenciado na unidade básica.

“O médico já conhece a família, as condições clínicas daquela criança. Por isso, com a contratação desses profissionais que estão sendo chamados, a tendência é que a situação seja amenizada”, explica.

Os 86 médicos da Saúde da Família chamados pelo concurso público têm até 30 dias para entregar documentação, depois que foram chamados. “Nove profissionais já entregaram e iniciaram o trabalho nas nossas unidades. Vai ser gradativo. Eles vão entrando no sistema e vão recompondo as equipes para atender a população”, informa Jean.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui