Segurança

Socorro urgente: Joinville enfrenta crise hídrica após acidente químico na Serra Dona Francisca.

Foto: Secom Joinville

Em uma manhã angustiante desta segunda-feira, 29 de janeiro, a cidade de Joinville é abalada por uma notícia devastadora. A Prefeitura de Joinville anunciou oficialmente o Decreto de Situação de Emergência em decorrência do grave acidente envolvendo produtos químicos na Serra Dona Francisca.

Foto: Secom Joinville

O incidente, que ocorreu em um cenário já deslumbrante, agora se transformou em uma emergência que coloca em risco não apenas o meio ambiente, mas a vida de milhares de cidadãos. A Companhia Águas de Joinville emitiu um alerta urgente à população, solicitando que todos economizem água diante da iminente crise.

Foto: Secom Joinville

A Estação de Tratamento (ETA) do Cubatão, responsável pelo abastecimento de água na região, teve suas captações completamente interrompidas às 10h. Essa decisão drástica visou evitar a contaminação dos recursos hídricos pelos resíduos do perigoso incidente químico.

Foto: Secom Joinville

Equipes de técnicos da Companhia Águas de Joinville estão em constante monitoramento, realizando análises rigorosas para assegurar a inexistência de vestígios dos produtos químicos. Alarmantemente, os níveis dos reservatórios estão despencando rapidamente. Por volta das 10h30, a média estava em assustadores 50%, equivalente a apenas quatro horas de consumo.

Foto: Secom Joinville

As autoridades da Prefeitura, Águas de Joinville e as Forças de Segurança estão reunidas no Gabinete de Crise para acompanhar a evolução da situação. O prefeito Adriano Silva sobrevoou a área afetada com o helicóptero Águia da Polícia Militar, constatando o avanço acelerado do produto químico nas águas da região.

“Estamos agindo com extrema rapidez e tomando todas as precauções possíveis para garantir a segurança de todos os cidadãos. Contudo, é imperativo que a população colabore, economizando água e evitando qualquer forma de desperdício”, alertou o prefeito em meio à crise que se desenha como uma das mais desafiadoras para a cidade de Joinville.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile